Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amor, Sexo e Erotismo

Amor, Sexo e Erotismo

The missing piece ( II)

20.02.21 | Inês

https://oblogdaineseerotico.blogs.sapo.pt/um-encontro-as-cegas-27087 (Parte I)- Para quem não leu

PARTE II

Observo-te ao longe, alto, moreno, tatuagem no braço esquerdo, bem vestido, estilo sóbrio e elegante, olhar lascivo, carregado com os desejos da alma e do corpo, lábios carnudos, barba curta, sorriso traquina com  uma covinha no rosto. 

És mais alto e mais atraente do que imaginei...

E eu, de razão desprotegida, caminho em saltos altos na tua direção e em contra vento. De cabelo solto e desalinhado pelo vento, maquilhagem leve com realce no olhar e nos lábios, vestido acima dos joelhos, luto contra as forças internas do meu despertar. Um encontro com o desconhecido é agora inevitável. Aparentemente é um despertar, talvez de um sonho antigo, o desvanescer de um mundo para dar existência a outro. 

Vejo-te ao longe a apressar o teu caminhar e eu a querer travar o meu  com passos cada vez mais lentos. Gostava de, a pouco e pouco, captar os sinais que o teu corpo emite e que a tua boca não pode revelar. Não me dás tempo. Desvio subtilmente o olhar e tento captar toda a atmosfera que nos envolve. O crepitar das árvores, um vento quente noturno, o céu estrelado e a lua cheia, de mil e tantos nomes, iluminam o nosso caminhar e parecem despertar uma atração, fascinante, um mergulhar demasiado profundo, que ameaça tornar-se mais avassaladora quanto mais se adentra. 

És tu. Sou eu. 

E no momento em que mergulhamos nos olhos um do outro e a tua mão toca a minha, todas as estrelas se apagam, os ramos das árvores balançam e o vento assobia vigorosamente e levanta-me o vestido. Largo a tua mão, viro-te as costas e começo a correr, sem destino ou direção. Estou quase cega. Não vejo praticamente nada. Corro cada vez mais depressa. Ouço o meu nome  em reverberação como se todas as superfícies refletissem continuamente o som que lhe sai da garganta. 

Apanhas-me.. abraças-me e dizes-me "ainda bem que estás de saltos altos!"