Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Amor, Sexo e Erotismo

Amor, Sexo e Erotismo

Ensina-me...a noite toda...

24.03.20 | Inês

Ele enrolou um charro e ela, não estando habituada a fumar, sentiu um arrepio a subir-lhe pelo corpo que a deixou com a cabeça a andar à roda.

E então, é assim tão mau?Precisas de relaxar miuda. 

Não sei. Sei que , neste momento, é isto que me apetece. Uma noite de excessos. Preciso de...

Sabes o que é que tu precisas mesmo?

Não... diz lá...

Precisas que alguém te despenteie!!! 

Não me faças rir. 

A sério... acho mesmo... 

Então e , já que sabes tudo, diz lá qual é a melhor forma ?

Eu dizia-te mas não sou bom com palavras... Posso mostrar? 

Ele virou-a de costas para si e com uma mão no seu ventre e outra na nuca levantou-lhe alguns fios de cabelo mais claros... aproximou a boca da sua pele morena e mordiscou-a até à orelha deixando-a arrepiada. Ela ia mordendo os lábios e colocou a mão por cima da mão dele, levou-o a conhecer o seu corpo, descendo pelo seu ventre, deslizando por entre as coxas até lhe tocar nas cuecas de renda preta que trazia vestidas. Os dedos atrevidos dele desviaram a renda e ao tocarem nos lábios quentes e húmidos dela fizeram-na soltar um pequeno gemido... Continuava a beijar-lhe o pescoço e a sentir a fragância intensa do seu perfume misturada com a da sua pele até que lhe sussurra ao ouvido : "vou agarrar-te como nunca ninguém te agarrou, despentear-te e foder-te como nunca te foderam e não te vais esquecer..."  

Ela voltou-se para ele e beijou-o intensamente na boca , onde as suas línguas se encontraram e  dançaram ao ritmo do calor que sentiam no corpo. Ele desapertou-lhe o soutien e passou as suas mãos nos seios dela e disse-lhe : "mereces ser beijada todos os dias miuda."  

Sou tua, só tua... faz o que quiseres de mim... entrego-te o meu corpo...

Faz-me esquecer, faz-me perder o controlo todo. Faz-me não pensar!Agarra-me e ensina-me a foder-te! 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

12 comentários

  • Imagem de perfil

    Inês

    25.03.20

    Não? E do conto gostaste ou nem por isso?
  • Imagem de perfil

    Danny the Fox

    25.03.20

    Não. Acho superficial, até artificial... cenas minhas. Um homem pode (deve?) tomar as rédeas, guiar e ser dominante sem fazer com que a companheira se sinta uma miúda. Se eu te fizer sentir uma Mulher, se te mostrar que me sinto desafiado por ti, pelo teu Poder e ainda assim tiver a mão para te guiar... Hummm... A recompensa não é maior? Para ambos...
    Talvez eu seja um tipo estranho, mas prefiro uma caçada com uma boa luta, um desafio de igual para igual... a uma refeição fácil.

    Mas isto sou eu a interpretar coisas a partir do que escreves. Ainda assim, fiquei com a questão a ecoar cá no fundo da mente: és uma miúda ou uma mulher?

    PS: gostei
    PS2: espero que ele tenha enrolado material bom, natural. É uma viagem fabulosa...
  • Imagem de perfil

    Inês

    25.03.20

    Olha... substituias o termo "miúda" por qual?
  • Imagem de perfil

    Danny the Fox

    25.03.20

    Não substituía...fazia algo diferente.

    Algo assim (não leves a mal):

    "Ela voltou-se para ele e teve de suster a respiração ao sentir a intensidade do seu olhar carregado de desejo, que a penetrava no seu ser, fazendo-a sentir-se nua até à alma. Suavemente mas com a destreza da experiência, ele desapertou-lhe o soutien e passou as mãos nos seios, sentido os mamilos erectos. Os seus lábios aproximaram-se e, ao fechar os olhos, ela sentiu a respiração suave e ouviu a sua sua voz doce e masculina: "mereces ser beijada todos os dias". Os dois tornaram-se um quando as suas as suas línguas se encontraram numa dança ao ritmo de um tango apaixonado que apenas ambos podiam ouvir.
    - Sou tua, só tua... faz o que quiseres de mim... entrego-te o meu corpo."
  • Imagem de perfil

    Inês

    25.03.20

    Bem...
    Deixar-te de queixo caído . Gosto! MT!
  • Imagem de perfil

    Danny the Fox

    25.03.20

    Ainda tou para saber como raios me pões a escrever estas coisas...

    Tá um gajo aqui, em modo de distanciamento social a ouvir cantigas e a tentar escrever sobre bichos... e pimbas, é desencaminhado.
  • Imagem de perfil

    Inês

    25.03.20

    Podia dizer-te que foste tu que vieste cá parar mas já não sei quem descobriu quem...
    Não sei se eu descobri o teu blog primeiro ou tu o meu mas não te quero desencaminhar ...
    Gosto de ler os teus posts sobre bicharada.
  • Imagem de perfil

    Danny the Fox

    25.03.20

    Na verdade tb já não sei quem acendeu o fósforo... não é relevante. Na verdade eu estava só a ser melodramático. Não sou desencaminhável. Para mal dos meus pecados, só vou para onde quero ir... o que é tramado, pois não tenho como fugir às responsabilidades e consequências.



    https://youtu.be/-kmm5VXtLi0
  • Imagem de perfil

    Inês

    25.03.20

    Ai não posso ..
    Adoro esta musica! Obrigada pela partilha.
    Acho bem que vás apenas onde queres ir, é uma boa característica.
  • Imagem de perfil

    Danny the Fox

    25.03.20

    É uma boa música tocada por um grande guitarrista e cantada por uma sexy lady com uma voz fantástica. A ver se me traz inspiração...
  • Imagem de perfil

    Danny the Fox

    25.03.20

    Ah e já me esquecia... gostei Muito do despentear. Para mim, esse é o ponto focal da história. (mas eu sou estranho e tal, já sei...)
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.