Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Amor, Sexo e Erotismo

Amor, Sexo e Erotismo

Eu gostava

25.08.21 | Inês

Para que a vida humana não fosse totalmente triste e enfadonha, Júpiter concedeu-lhes muitas mais paixões do que razão, na proporção de um asse para meia onça. Além disso, relegou a razão para um canto estreito da cabeça, deixando todo o resto do corpo entregue ao domínio das paixões. Por fim, opôs à razão isolada a violência de dois tiranos: a Cólera, que domina a Cidadela do peito, com a fonte da vida, que é o coração, a Concupiscência, cujo império se estende até ao baixo ventre. Como conseguirá a razão defender-se destes dois inimigos , para mais reunidos? A vida comum dos homens mostra-o com bastante clareza. A razão apenas consegue gritar , até enrouquecer, as leis da honestidade. É rainha de quem os homens troçam e injuriam até que, cansada, se cala e se confessa vencida. 

Erasmo de Roterdão

 

---------------------

Eu gostava.

Oh, como eu gostava.

Mas o meu mundo não é como o dos outros 

E este corpo carrega uma alma com sede de infinito 

Guia-me,mais uma vez, sim

Pelos lençóis do teu sussurrar 

E deixa que me sinta livre 

Estando presa a ti 

Para sempre! 

                   Inês

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

4 comentários

Comentar post