Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Amor, Sexo e Erotismo

Amor, Sexo e Erotismo

Faz-me um favor

11.02.20 | Inês

Apaga tudo o que te faz lembrar de mim e não tentes entrar em contacto comigo. Nunca mais. Eu não merecia. Não se faz. Mesmo assim tentei compreender. Eu fui percebendo tudo e ainda assim dava-te sempre o beneficio da dúvida. Andaste a brincar comigo. Foste longe de mais não achas?

Não somos parecidos. Não somos! Nunca mais me vais dizer isso. Se o disseres eu não vou querer ouvir-te. Consegues dormir? Não te pesa a consciência? Quantas foram? Não te preocupes... da minha boca não sairá nada. Estou só triste e desiludida contigo mas não te desejo mal. 

Continua com este teu jogo. Eu fingi que não percebia. Não consigo mais.

Desta vez saio de cena. 

 

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Inês

    14.02.20

    Concordo contigo.
    Sempre enfrentei, nunca fugi e continuo a pensar que é o mais correto a fazer.
    Mas olha que desta vez tive vontade de o deixar no vácuo e isso é o pior que se pode fazer a alguém. Sei que sim.
    Gostei do teu blogue!
  • Imagem de perfil

    O Coiso

    14.02.20

    Aqui nem é tanto o fugir que é grave. O mais comum nestes momentos é o outro lado não se aperceber do quão problemático é o tema pra ti e ficar literalmente a milhas de entender o motivo do desaparecimento.

    Obrigado pelo elogio. Também gostei de te ler.

  • Imagem de perfil

    Inês

    14.02.20

    Sim. Nunca senti isso na pele mas acredito que ficaria completamente perdida e a bater muito mal por não perceber o que se passa. Quando li o que escreveste sobre a tal miúda deixaste-me a pensar... é das tais coisas vai ficar sempre a dúvida e isso é terrível.
    Beijo
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.